sábado, 9 de abril de 2011

Acabou o sentimento!

Uma vez disse:


• maguida sophia (D) diz:


*agora pergunto-te eu, como é que te posso explicar o que é o amor se nunca tiveste a mão sobre um dorso ao qual dois olhares se fundem num só e nesse mesmo momento tens vestida a roupa da competição? Como é que te posso explicar o que é a dor se nunca te levaram o cavalo que tu mais gostavas para nunca mais o ver? Como é que te posso explicar o que é a luta se nunca lutaste por conseguir a confiança de um cavalo? Como é que eu te posso explicar o que é a tristeza se nunca ninguém te poribiu de montar? Como é que eu te posso explicar o que é o odio se nunca ninguém te deixou voltar a subir para cima do dorso de quem tu ajudas-te a crescer? Como é que eu te posso explicar o que é a felecidade se nunca sentiste o prazer da vitória de teres conseguido juntamente com o teu cavalo fazer o que quer que fosse que não conseguias? Como é que eu te posso explicar o que é o orgulho se nunca criaste com as tuas próprias mãos um cavalo desde que nasceu? Como é que eu te posso explicar o que é chorar se nunca viste um cavalo morrer-te nos braços? Como é que eu te posso explicar o que é sorrir se nunca viste um cavalo fazer uma festa por te ver? Como é que eu te posso explicar o que quer que seja se nunca acreditaste em mim e se nunca estiveste em cima de um cavalo ou comonicaste com ele como eu o faço há 8 anos?

2 comentários:

  1. isso foi daquela conversa com o João o:
    por favor, não desistas disso :s

    ResponderEliminar